Segunda-feira, 28 de Junho de 2010

Gracias, gracias, gracias

Obrigada.

O que faz uma pessoa portuguesa, a estas horas, tão contente e a agradecer em espanhol?

Não é porque a Argentina ganhou, não é por existir Maradona, mas é pela mão de Deus.

De certeza. Quase absoluta.

(Ou do meu rico Sto Antoninho.)

Acabo de encontrar a carteira que perdi no sábado, mas que só dei pela falta, ontem, à noitinha.

Felizmente. Escusei de me preocupar antes.

Vou ao parque de estacionamento, onde - depois de muito procurar e pensar (sim, também penso) - cheguei à conclusão que poderia estar.

Closed. Às 23h.

 

Acordo hoje às seis e picos com as vuvuzelas, não do Mááário, mas dos Kollegens Alemães.

Vou ao parque, encontro o senhor do lixo, muito simpático, de rabo de cavalo, que fala inglês e me diz que a senhora das limpezas encontrou uma carteira.

Ainda sem estar em mim, dirijo-me à recepção, onde me aguarda uma frau pouco simpática e fina - porque não fala inglês.

O senhor do lixo, de rabo de cavalo, sai do seu carrinho e ex-tre-ma-men-te simpático vai - sem ninguém lhe pedir - falar com a frau fina e pouco simpática.

E lá estava ela, a minha carteira com todos os meus documentos. Todos.

Agradeci, agradeci, agradeci.

Porquê em espanhol?

Não sei, não sei, não sei.

De contentamento? De nervosinho feliz? De palerma?

Não sei, não sei, não sei.

(Eu que já sonhara com todas as embaixadas e mais alguma... e outras coisas...)

 

De contentamento - sem ser de palermice, mas de propósito - agarrei em ten euros e disse que era para irem os dois tomar um cafezinho. A frau pouco simpática e fina, com o senhor do lixo, de rabo de cavalo e ex-tre-ma-men-te simpático.

Ele riu-se muito e disse que sim.

E ela?

Ela disse que sim, lá, lá, lá, lá... ("Aí Benjamim") 

 

(E eu? Com pena dele.)

 

Agora, há pouco, ao estacionar de novo, um cavalheiro cedeu-me o seu lugar e ainda me deu um ticket com o estacionamento pago.

No café, um dos cavalheiros mais simpáticos da Alemanha e arredores, serve-me a bica sem eu lha pedir.

- E se eu hoje não quisesse? 

- Kein problem? Bebia-a eu!

 

Há dias assim. Vou respirar fundo.

Acho que vou já para a rua.

 

Gracias, gracias, gracias. (vídeo, mercedes sosa)

 

 

publicado por tresgues às 11:03
link do post | comentar
comentários:
De Anónimo a 29 de Junho de 2010 às 16:52
Tinha mesmo que ser..."Santo Antoninho ", o mesmo que te livrava de profs velhas, que te ajuda a encontrar chaves...
Fico feliz por saber que estás na mesma, nem as/os FRAU ??" te conseguiram mudar.
Beijos para a Fifi e para a Gabi .
Espero por ti nas Férias.
De tresgues a 29 de Junho de 2010 às 22:36
OK! Lá estarei.
Bjs
De F a 29 de Junho de 2010 às 23:55
"Santo Antoninho" e pessoa como deve de ser cujos os caminhos se cruzam com pessoas como devem de ser (óculos, carteira...)
De tresgues a 30 de Junho de 2010 às 08:25
É o que me vale. :))
Valha-me Sto Antoninho e todos os outros santos ao cimo da terra!!!
Haja Deus...

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
31

.posts recentes

. Em...2016...

. Boas-Festas

. Não!

. O meu pica do sete

. As escolhas de tresgues

. Cenas quotidianas

. Coisas da vida

. As escolhas de tresgues

. As escolhas de tresgues

. Fifi, o malabarista

. Educação diferente. Porqu...

. Bom dia

. As escolhas de tresgues

. Coisas da vida política

. Fifi, o calhandreiro

.arquivos

.links

.subscrever feeds