Sábado, 31 de Julho de 2010

As escolhas de tresgues

1 - Interessante estudo, publicado na revista Brain, indica que quanto mais tempo passamos a estudar menos "mostramos" sinais de demência, no final de nossas vidas - BBC. Menos mostramos, sim. Porque até os podemos ter. Interessante! Acho que isto já me anda a acontecer... :( Vamos lá então, aprender até morrer. Mas será bom saber e assumir que estamos dementes, ou será melhor nem darmos conta? É que, dizem, "felizes os pobres de espírito, é deles o reino dos céus." Dizem.)

 

2 - No entanto, o estudo não deve agir beneficamente em casos de amnésia - "Génio desmemoriado é identificado ..."*, estando desaparecido há três anos. Ou será que só acontece aos génios? Tenho medo que isto me aconteça. Alguns indícios estão cá...

 

3 - Também dizia o Metro que andamos a sorrir pouco, neste pequeno espaço à beira-mar plantado. E não sabem os senhores que rir a metro, sempre que nos dê vontade, é considerado uma parolice sem nexo, sem sentido, coisa  de gente de pouco bem... gente com demência e que não disfarça nada, sei lá!? Essa gente que ri assim, não sabe disto. Caso contrário só riam uns milimetrozitos. E não tem nada a ver com a crise, tá bem ricos? Há quem ria sem um tusto e quem chore a muito custo (para disfarçar).  Enganei-me. Leia tusto. Olhem, ricos, deixem pa lá. Só este post, esta alínea, já é sinal de... enfim... Cala-te boca. Porque dizer mal de mim é... sei lá, no mínimo, aborrecido! Pronto... Ah,ah,ah,ah,ah,ah,ah, lol,lol,lol,lol,lol,lol eh,eh,eh,eh, iiiihhhh... (e continua).

 

4 - Carinho de mãe na infância ajuda na vida adulta, refere estudo - BBC. No entanto, dizem, há que saber quando dar e há que saber parar. E, quanto a mim, talvez esteja aqui uma interessante problemática a discutir por quem de direito e a observar por parte de muitas mamãs/mãezinhas que, para além do carinho - que concordo a 100% - devem preparar os lindos bebés (futuros homens e mulheres, estão a ver?) para a feia da vida - que, por sinal, quando bem preparada, é um espectáculo de vida. Mas dá trabalho. Às mamãs, aos papás, aos fifis... Ai dá, dá!!!

 

5 - E a mãe deve ter dado muito carinho a este idoso de noventa e sete anos - muito bem preparado para a vida - que se casa com noiva de oitenta e sete anos, após cortejá-la durante quatro. A vida, assim, é um espectáculo. Mas dá trabalho. Ai dá, dá!!!

 

6 - E parecendo que não, à primeira vista, este homem  está também muito preparado para a vida e sabe demonstrar muito bem o seu descontentamento, pois que, irritado com sons das vuvuzelas, destrói o bar de onde eles vinham (os sons), com o seu carro. Só um apontamento negativo - e aqui é que falhou a sua boa preparação - estragou o seu carro! O carinho de sua mãe não deve ter sido muito bem administrado. Também temos de pensar em nós. E nos nossos pertences, né? A vida dá trabalho... Ai dá, dá!

 

7 - O Crime assinala que José Mourinho exige indemnização de bruxo. E acho muito bem. As mães dos bruxos foram muito pouco carinhosas... ou prepararam-nos bem demais p'ra ultrapassar as agruras da vida. E é um crime? Não sei o que o bruxo disse ao certo, mas deve ser. 

 

8 - Portugal é dos que menos cumpre as recomendações da OCDE sobre corrupção - Sic. Eh! A sério? Quem foi a mãe de Portugal? Aposto que lhe deu carinho a mais. Leiam aqui quem são os menos corruptos e os moderadamente corruptos. Há para todos os gostos. A sério.

 

9 - Famílias trocam escolas particulares por públicas - Económico.

Agora é que as mamãs... papás... educação a sério... 

Continuando, já dizia a minha avó que, pode demorar, mas Deus faz tudo muito bem feito. E também dizia que há males que vêm por bem. Nunca estudei numa escola particular mas estive internada num colégio. É estranho, mas era assim. Ia às aulas fora... e, por isso, sei mais ou menos do que falo. Quem é de, facto, uma pessoa particular frequenta sempre o ensino público. E vai longe. Mas dá trabalho. Quem é, ou quer ser, uma pessoa (mais ou menos) pública, frequenta a particular. E vai longe. Ou não. Mas dá menos trabalho.

Mas é tão bom ser uma pessoa particular... à parte!

Chamem-me vaidosa, vá! Qu'eu gosto. Neste caso.

(PS: Há honrosas excepções em todos os lados, OK?)

 

10 - Isto é assim: tudo pode ser aceite e desculpado, quando as pessoas são verdadeiras ou, sem querer, esquecem-se de dizer alguma coisa... de pouca importância. POUCA! Mas no caso da Casa Pia (no caso da Casa?) e noutros que tais... vão chamar nomes a outros, que eu não quero ser mal educada. Tenho princípios. Estudei na pública e dou-me com o público. Aquele particular à parte. ´

 

Como vós. (Penso eu... de que.)

Bom fim-de-semana.

 

PS1: Escolhas ao sábado, porque ontem estive zangada. A sério. A vida dá trabalho.

PS2: Peço desculpa, uma vez mais, pela troca de links* - já corrigida - mas eu sou mais rápida e mais despistada do que o computador.

publicado por tresgues às 11:08
link do post | comentar

.mais sobre mim

.pesquisar

.Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
31

.posts recentes

. Em...2016...

. Boas-Festas

. Não!

. O meu pica do sete

. As escolhas de tresgues

. Cenas quotidianas

. Coisas da vida

. As escolhas de tresgues

. As escolhas de tresgues

. Fifi, o malabarista

. Educação diferente. Porqu...

. Bom dia

. As escolhas de tresgues

. Coisas da vida política

. Fifi, o calhandreiro

.arquivos

.links

.subscrever feeds