Quarta-feira, 4 de Agosto de 2010

Cenas quotidianas

Que pelos vistos só eu - e quem me acompanha - tem o privilégio de assistir.

Na esplanada, duas pessoas.

Um pai (?) novo - vinte e tais, trinta - e um filho (?) novinho - oito, nove.

Ambos muito giros. Diria mesmo en-gra-ça-dos.

 

Filho- Tu gostas da mãe! Tu gos-tas da mãe! Tu gos-tas da mãe!!!

Pai- Shiiiuuu... mais baixo.

Filho, mais alto- Tu gos-tas da mãe! Tu gos-tas da mãe! Tu gos-tas da mããããeee!!!

Pai, sorrindo- Mais bai-xo...

Filho- TU GOS-TAS DA MÃE! TU GOS-TAS DA MÃÃÃ-EEE!!!

Pai- Shiuuu... Gosto, claro.

Filho- Então porque não casas com ela? Casa com ela!

Pai- Mais baixo...

Filho- Ca-sa com e-la! Ca-sa com e-la!

Pai- Shiiiuuu...

Filho- CASA COM E-LA! CASA COM E-LA! CASA COM E-LA!!!

Pai- Shiiiiiiiu... mais bai-xi-nho!

Filho- Mas casa com ela. Porque não casas?

Pai- Agora não tenho dinheiro... Comprei a bicicleta!!!

 

Não ouvi mais porque, mesmo ao meu lado, o tom de voz baixou para a normalidade.

E eu comecei a dar atenção ao que a minha companhia me estava a dizer com tanto empenho. (Não se faz.)

 

Nota1 (No caso de serem pai, filho e mãe) - Aconteça o que acontecer com os pais, os filhos têm-nos sempre juntos no coração.

Já casados... Não sei. Talvez dependa de muitas e variadas circunstâncias.

Nota2 (No caso de não serem pai, filho e mãe) - Não tenho nada a declarar. Desculpem! A anotar.

  

Se quiserem empenhar-se em anotar algo, eu até era capaz de dar atenção ao vosso ponto de vista. 

Muito bom dia.

 

(PS: Houve dois erros ortográficos (e não só) neste post e ninguém me avisou. Só agora reparei. Hoje nem consegui centrar a imagem. Amanhã é outro dia...)

 

publicado por tresgues às 10:13
link do post | comentar
comentários:
De geriatriaaminhavida a 9 de Agosto de 2010 às 21:49
As crianças são tramadas, conseguem distrair-nos com facilidade!
tambem com uma situação dessas engraçada, até eu deixava de ouvir o que a minha companhia estava a dizer.
De tresgues a 11 de Agosto de 2010 às 10:01
Obrigada pelo empenho!
Eu, com estes dias calorentos, estou a passar dias sem abrir o computador, daí a resposta ser tão "rápida"... ;))

Sempre lidei com crianças e por vocação, mesmo.
Continua a espantar-me a sinceridade e a objectividade desta gente "tão grande" que, ao contrário dos outros, transforma a vida no que ela deveria ser: numa coisa boa e muito fácil de resolver. E por que não?

La vie est belle mais les hommes "dão" cabo delle!

(Já as mulheres... não sei! )

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
31

.posts recentes

. Em...2016...

. Boas-Festas

. Não!

. O meu pica do sete

. As escolhas de tresgues

. Cenas quotidianas

. Coisas da vida

. As escolhas de tresgues

. As escolhas de tresgues

. Fifi, o malabarista

. Educação diferente. Porqu...

. Bom dia

. As escolhas de tresgues

. Coisas da vida política

. Fifi, o calhandreiro

.arquivos

.links

.subscrever feeds