Quarta-feira, 18 de Agosto de 2010

18 de Agosto

Hei-de trair,

Hei-de trair Judas,

Cristos, Gregos e Troianos.

 

Hei-de vender,

Hei-de vender ao desbarato

As suas peles sebosas

Que a outros não faz carne

Por um copo de álcool

Ou um trago de veneno

Que desinfecte ou mate

A náusea do saber!

 

 

Hei-de dizer

A todos estes sábios

Que o saber,

É só no fundo,

Sabermos que não sabemos.

Que o ser,

É só no fundo,

Sabermos que não somos.

Que o viver,

É só no fundo,

Sabermos que não vivemos.

 

Hei-de dizer

A todos estes sábios

Que só na ignorância

É possível haver saber,

Assim como,

Só no saber

É possível haver ignorância.

 

Hei-de dizer

A todos estes sábios

Que só não se sendo,

É possível ser-se,

Assim como,

Só sendo-se

É possível não se ser.

 

Hei-de dizer

A todos estes sábios

Que só na morte

É possível haver vida,

Assim como,

Só na vida

É possível haver morte.

 

(A.F. - poesia - 16/17 anos - 1973/74)

 

Porque é, de novo, 18 de Agosto.

 

(WPclipart) 

 

 

publicado por tresgues às 17:22
link do post | comentar

.mais sobre mim

.pesquisar

.Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
31

.posts recentes

. Em...2016...

. Boas-Festas

. Não!

. O meu pica do sete

. As escolhas de tresgues

. Cenas quotidianas

. Coisas da vida

. As escolhas de tresgues

. As escolhas de tresgues

. Fifi, o malabarista

. Educação diferente. Porqu...

. Bom dia

. As escolhas de tresgues

. Coisas da vida política

. Fifi, o calhandreiro

.arquivos

.links

.subscrever feeds