Quarta-feira, 25 de Agosto de 2010

E assim se fala em bom português

A propósito do bem falar, linguajar ou palrar, cada vez mais pessoas cultas, eruditas ou muito intelectuais empregam palavras, vocábulos ou suas congéres literárias, deveras impressionantes... Só mesmo para impressionar, dar nas vistas ou fazer de conta que são uns óptimos linguistas, embora todos saibamos que: "O que eles querem sei eu!"

Se não, vejamos:

 

a) "Há, sem dúvida, um dialecto forunês. Utilizam até um dicionário diferente. Cavaco Silva, por exemplo, sabe falar forunês perfeito. Em vez de dizer que os pobres estão cada vez mais pobres, diz que "as pessoas de mais baixo rendimento passam por situações de privação". " Miguel Esteves Cardoso, Público. (ler tudo!)
 
b) *A ESTRANHA BELEZA DA LÍNGUA PORTUGUESA*  (via mail)
 
*Este texto é dos melhores registos de língua portuguesa que eu tenho lido sobre a nossa digníssima 'língua de Camões', a tal que tem fama de ser pérfida, infiel ou traiçoeira. *
 
Um político que estava em plena campanha chegou a uma pequena cidade, subiu para o palanque e começou o discurso:
*Compatriotas*, *companheiros*, *amigos*! Encontramos-nos aqui, *convocados *, *reunidos* ou *juntos* para *debater*, *tratar* ou *discutir* um *tópico*, *tema* ou *assunto*, o qual me parece *transcendente*, *importante* ou de *vida ou morte*. O *tópico*, *tema* ou *assunto* que hoje nos *convoca*, *reúne* ou *junta* é a minha *postulação*, *aspiração* ou *candidatura* a Presidente da Câmara deste Município.
 
De repente, uma pessoa do público pergunta:
 
- Ouça lá, porque é que o senhor utiliza sempre três palavras, para dizer a mesma coisa?
 
O candidato respondeu:
 
- Pois veja, meu senhor: a primeira palavra é para pessoas com nível cultural muito alto, como intelectuais em geral; a segunda é para pessoas com um nível cultural médio, como o senhor e a maioria dos que estão aqui; a terceira palavra é para pessoas que têm um nível cultural muito baixo, pelo chão, digamos, como aquele alcoólico, ali deitado na esquina.
 
De imediato, o alcoólico levanta-se a cambalear e 'atira':
 
- Senhor *postulante*, *aspirante* ou *candidato*: (hic) o *facto*, *circunstância* ou *razão* pela qual me encontro num estado *etílico*, *alcoolizado* ou *mamado* (hic), não *implica*,*significa*, ou *quer dizer* que o meu nível (hic) cultural seja *ínfimo*, *baixo* ou mesmo *rasca* (hic). E com todo a *reverência*, *estima* ou *respeito* que o senhor me merece (hic) pode ir *agrupando*, *reunindo* ou *juntando* (hic) os seus *haveres*, *coisas* ou *bagulhos* (hic) e *encaminhar-se*, *dirigir-se* ou *ir direitinho* (hic) à *leviana da sua progenitora*, à *mundana da sua mãe biológica* ou à *puta que o pariu*!

 


Resta-me dizer adeus, despedir ou dar de frosques porque tenho mais que fazer (e tenho pena!) e pedir desculpa por estas forçadas ausências em tempo de férias dos outros. Mas hei-de vingar-me, desafrontar os outros ou desforrar-me  a mim própria, quando as gaivotas estiverem mais sós, quando o mar tiver falta de companhia e todos os meus congéneres se passearem por esses centros comerciais adentro.

 

Entretanto e até lá, vão continuando a falhar, faltar ou a deixar de comparecer com a costumada assiduidade alguns dos posts costumeiros.

Não vos apoquentais, ralais ou "moais". 

Que eu também não. 


publicado por tresgues às 08:56
link do post | comentar
comentários:
De Mecanico do paladar a 25 de Agosto de 2010 às 17:41
Olá tia.

A partir de agora também é minha tia, a escolha não é sua, até porque eu decidi adopta-la como tia.
Pronto!
Fico sempre enaltecido, admirado, encantado com a sua escrita.
O sobrinho mecânico.
De tresgues a 25 de Agosto de 2010 às 20:25
Olá, sobrinho!
Se a senhora minha sobrinha - a tal que é uma grande Mulher - até é da tua família, tem uma certa lógica, coerência ou ligação, este parentesco adopatdo.
Por acaso, acho que - por vários motivos, razões ou manias - já me adoptaram ao longo da vida como tia, amiga (inimiga desconheço, porque não dou "troco") ou dona (no caso dos meus cães, gatos e do meu rosicolor) mas nunca foram tão sinceros, frontais ou directos.
Gosto de gente assim.
Pronto!
A tia da cunhada, do sobrinho mecânico do paladar.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
31

.posts recentes

. Em...2016...

. Boas-Festas

. Não!

. O meu pica do sete

. As escolhas de tresgues

. Cenas quotidianas

. Coisas da vida

. As escolhas de tresgues

. As escolhas de tresgues

. Fifi, o malabarista

. Educação diferente. Porqu...

. Bom dia

. As escolhas de tresgues

. Coisas da vida política

. Fifi, o calhandreiro

.arquivos

.links

.subscrever feeds