Sábado, 4 de Dezembro de 2010

As escolhas de tresgues

Pedindo desculpa, vinte e quatro horas fora de horas, elas aqui estão.

1 - Quando ganhamos coisas importantes temos razão para chorar. Para chorar de alegria. Quando perdemos, não temos de chorar. Temos de ter vontade de trabalhar. E quanto mais depressa começarmos, melhor.

Foi mais ou menos assim. Gente com carácter é assim. Mourinho é assim.

 

2 - Candidato do PCP a presidente diz que Porugal está a pagar à Alemanha - Sapo. É capaz de ser verdade. Pela parte que me toca, quando venho cá faço despesa e ninguém me dá nada. Nem à filha - paga pela comunidade europeia - mas com as despesas que faz, também cá fica tudo. E mais, ela trabalha num local só pertencente à comunidade europeia, que nem sequer é alemão, mas mora a cinco minutos... já na Alemanha. Mas porque é que o Instituto não é em Portugal? E eu sei? (Fazem-me cada pergunta!)

 

3 - Jahed foi executada na manhã de terça-feira, havendo provas razoáveis de que fora injustamente condenada. "No Irão, homens podem ter até quatro esposas permanentes e quantas temporárias desejarem. Já as mulheres podem-se casar apenas com um homem; Jahed era considerada uma “esposa temporária” do jogador. BBC.

Sem comentários.

 

4 - Há 28 pessoas com o apelido Pila, 178 com Penetra e 433 com Coito na lista telefónica de 2010. Os nomes mais registados em Portugal são José e Maria. O apelido mais frequente é Silva. A média anual dos pedidos de mudança de nome nas Conservatórias de Registo Civil é 650 pessoas. Saiba mais  - CM.

E não comento mais.

 

5 -Tamanho do dedo indicador... é indicador de maior ou menor predisposição para o cancro da próstata BBC. Respeito muito os investigadores, (falo com alguns) mas e se todos os senhores começassem desde já a fazer mais uso do dedo do meio - encolhendo os outros quatro (com excepção do anelar) - como forma de prostesto à doença? Quem o tem mais pequeno, talvez que, com a ginástica, o desenvolvesse. Como tudo na vida. Sei eu. Que não sou cientista.

 

6 - A roupa que se veste importa - P. Em tempos de crise, vir falar bem da imagem de Sócrates e mal da da imagem de Merkel, nunca é boa política. No entanto, também acho, desde que lavadinhos, confortáveis e sentindo-nos bem com o que vestimos é o que importa. A mim, claro. E não vejo que venha mal ao Mundo. Por este aspecto. Em particular. Aliás - já aqui falei - gosto da maneira diversa e confortável com que se veste a maioria dos alemães. Uns mais originais e mais na moda do que outros, mas sem que isso interfira no cargo que ocupam. E a tresgues gosta disso.

 

7 - Falando noutros futebóis:

a) há notícias que não interessam a ninguém. (Não deviam interessar.) Se é drama pessoal, se vive pesadelo, mais um motivo para o deixarem sossegado. A ele, discreto como sempre foi;

b) já outras notícias, interessaram um pouco mais aos adeptos do respectivo clube (e não só) que visionaram a cena dos "atributos da aficionada".

 

8 -  Por fim, real-mente, há coisas que se vêm a saber, no mínimo, muito interessantes. Se D. Pedro  era discreto, não sei. Mas agora também não importa. A ser verdade, olha que triste sina. A do Afonso Madeira que viu a Catalina (com?) Tosse. Real-mente. Ou será que é real... mas mente? 

 

Bom fim-de-semana.

Cumprimentos.

Cumprimentos são sempre cumprimentos. Mas variam.

Despeço-me "à esquimó" e a seguir "à brasileiro". Ou de outra maneira qualquer

publicado por tresgues às 08:53
link do post | comentar

.mais sobre mim

.pesquisar

.Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
31

.posts recentes

. Em...2016...

. Boas-Festas

. Não!

. O meu pica do sete

. As escolhas de tresgues

. Cenas quotidianas

. Coisas da vida

. As escolhas de tresgues

. As escolhas de tresgues

. Fifi, o malabarista

. Educação diferente. Porqu...

. Bom dia

. As escolhas de tresgues

. Coisas da vida política

. Fifi, o calhandreiro

.arquivos

.links

.subscrever feeds