Terça-feira, 14 de Junho de 2011

Crescer como é preciso

Foi este o tema de ontem do programa da RTP1, Prós e Contras.

Acredito e tenho pena que só alguns pais e educadores o tenham visto.

Acredito e tenho pena que esses pais e educadores que o viram sejam aqueles que menos necessitassem de o ver. E se para educar uma criança é preciso a aldeia inteira, todos o deveríamos ter visto.

Quantas verdades ali foram ditas que provavelmente feriram ou iriam ferir algumas sensibilidades menos sensíveis para esta questão tão normal do crescer, do preparar para a vida. Com valores e sem favores.

A falta de tempo dos pais não é desculpa - alguns minutos por dia de total disponibilidade só para ouvir fazem toda a diferença. A falta de tempo dos professores para ouvir, para deixar falar, deixar dar opiniões é uma contrariedade evidente. As escolas também deveriam proporcionar estes tempos.

As crianças até são  boas conselheiras. Deixem-nas falar. Desabafar. Peçam-lhe mesmo que o façam por escrito, por que não? Em casos mais constrangedores para elas, resulta na perfeição. Mas respondam sempre. Toda a carta, todo o comentário tem resposta. E acreditem nelas. Dêem-lhes exemplos de vidas. De vidas difíceis, sim. Por que não? Perguntem-lhes o que fariam naquela ou noutra circunstância. Discutam ideias. Caminhos.

Violência? É como se disse, uma maneira de resolverem os seus problemas. De serem ouvidos. De imitar, que diabo! Quantas vezes. A quanta violência - e a física não é a pior - não estão expostos, na sua própria casa muitos "meninos pedigree", como lhes chamou Eduardo Sá? É triste mas é a realidade.

O saber, o cognitivo, não é tudo. Não é a base. Não devia ser a base. Não se faz bem se não se está bem.

As crianças também têm dias cansativos. E brincar?  Também se aprende a brincar. A conviver.

E o desporto? E a bola? E a dança? E o teatro? E a pintura? Tanto desleixo por parte do ministério, em disciplinas fundamentais. Quantas vezes a auto-estima de uma criança não fica ao rubro, melhorando mesmo todas as outras competências, quando se descobre que aquele "mau aluno" é um craque na bola, um espectáculo na dança ou desenha como ninguém?* (ver vídeo abaixo)

Falou-se da prevenção. Concordo em absoluto. Tenho conhecimento de óptimos projectos de prevenção em escolas e com óptimos resultados, mas única e simplesmente pela boa vontade dos que acreditavam neles. Apoios superiores? Difíceis de encontrar. E não estamos a falar da parte monetária. Aliás, a parte monetária da vida - desde que tenha com que saciar a sua fome - será sempre, para uma criança, a parte que menos lhe interessará.

Para não me alongar muito mais, só um conselho que ninguém me pediu: em caso de conflito, nunca achem logo que a vossa criança, coitadinha, tem sempre razão. Ouçam-na bem, mas ouçam a outra parte também. Depois então decidam e aí, caso tenha razão, conversem com ela para que, futuramente possa evitar tais situações. Porque se não as podemos mudar, podemos evitá-las. Não podendo mudar o mundo, podemos sempre mudar o nosso. E sejam, acima de tudo, pais e educadores. Logo a seguir, se conseguirem, grandes amigos. Se não conseguirem, no stress. É porque eles não querem. Querem outros amigos com quem partilham segredos. Vocês também lhes contam tudo?  

Alonguei-me. Peço desculpa. É um tema que me é grato. Pelo qual não me calo. Muito. E com um certo conhecimento de causa...:)

*Agora deixo-vos com a primeira parte do vídeo. Vale a pena. Ouvir. Pelo menos.

E a segunda parte, aqui. 

publicado por tresgues às 17:48
link do post | comentar

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

.Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Em...2016...

. Boas-Festas

. Não!

. O meu pica do sete

. As escolhas de tresgues

. Cenas quotidianas

. Coisas da vida

. As escolhas de tresgues

. As escolhas de tresgues

. Fifi, o malabarista

. Educação diferente. Porqu...

. Bom dia

. As escolhas de tresgues

. Coisas da vida política

. Fifi, o calhandreiro

.links

.subscrever feeds