Quinta-feira, 16 de Abril de 2009

Há factos e factos, há ir e voltar

Na semana a seguir à Páscoa ainda se fala da Páscoa?

Eu falo.

Cá vai: Há factos e factos, há ir e voltar.

 

Pois eu também fui p'ra fora cá dentro.

Fui ao Lago Bodensee - Lago de Constança, em alemão - ou seja, o Algarve aqui do burgo. 

Assim sem esperar. Porque assim teve que ser.

Primeiro barafustei:

- Mas então, é assim, na véspera?

- Olha, até foi sugestão do "chefe". Diz que não me quer ver a trabalhar todo o dia Santo.

E volto a barafustar:

- Santo, digo eu! É preciso os outros dizerem para lhes dares ouvidos!

E barafusto. E tal. E tal.

Coisas de mãe.

 

Depois pensei: 

- Tu não és aquela que achas que os factos não combinados são os melhores da vida?

- Sou!

- E sabes que os maus factos também acontecem assim?

- Sei!

- Mas este é bom. Não é?

- É!

- A tua filha e, mesmo tu, merecem?

- Merece! E de que maneira. Merecemos!!!

- Então? Pede desculpa e despacha-te a arrumar tudo porque ela ainda vai trabalhar sexta de manhã. Ouviste?

- Ouvi.

Assim fiz.

 

A certa altura, de repente lembro-me e, aflita, digo baixinho - meio a medo - nem sei porquê:

- Olha lá! Não temos ainda o pneu suplente arranjado depois do furo que tiveste... E o limpa pára-brisas do lado do condutor partido... E falta-nos fazer a revisão... Bolas!!! E ainda são tantos quilómetros...

Resposta:

- Eh!!! Pois é! Não me lembrei disso. Eh!...

- Pois. Já viste?

- Pois... (Silêncio)

- Pfff... (Silêncio) Olha, mas agora está tudo marcado... Pronto!

 

Barafustei, barafustei, barafustei... Até que ouço:

- Pronto! Vou desmarcar tudo, queres?

- (Silêncio)

- Queres?

(Silêncio, penso na vida toda. Silêncio.)

Seguido de resolução convicta e assumida, atendendo a tudo e mais um par de botas, "esqueço-me", por uma vez, do papel de mãe comme il fault e penso na vida toda:

- NÃO! Não és tu que dizes que Deus protege os prevaricadores?

- Ah, pois é! Não tenhas dúvidas.

 

Andamos sempre com tudo em ordem e acontece-nos com cada uma que até parecem duas. A título de exemplo, basta referir que, em quinze dias, batem-me duas vezes de marcha atrás no carro (uma lá, outra cá) comigo parada e uma delas, fora do carro e ainda refilaram. Polícia e tudo. Porque eu quis.

Devido a esse facto, paguei multa com o seguro (todo em ordem), porque como ando sempre "de cá para lá" esqueci-me de o colocar no vidro. Mas o seguro deu-me razão e o outro pagou tudo. Outra? Não. Não vou contar mais!

Continuando...

 

- Então vamos!? (Risos)

- Vamos! À aventura. Tem mais emoção! Se chover? Só voltamos quando parar. Se tivermos outro furo? Esperamos que acabem os feriados e mandamos arranjar. Se aparecer a polícia? Vamos presas. Precisamos descansar!!!

(Risos e abraços)

 

Eu deveria ter vergonha na cara e não estar a contar isto a ninguém.

Mas, se estou a contar, é porque acho um facto da vida pouco normal em nós.

Portanto... É bom sinal! Esclarecidos?

 

E fomos.

E comprovei!

Ou foi sorte?

Já merecíamos.

Correu bem.

Corre tudo bem quando há ir e voltar

 

Imaginem.

Imaginem só, Lisboa com vinte graus na margem do Tejo e a verem-se os Alpes Suíços, ainda com neve, no Barreiro!  

Imaginam?

Mais ou menos?  É o Lago de Constança!

A diferença - e nada é igual -  é que o Lago de Constança faz fronteira com a Alemanha, a Suíça e a Áustria, e o Estuário do Tejo faz fronteira com o Barreiro, Lisboa e Alcochete. Por exemplo.

E, tanto num lado como no outro, podemos visitar todas as regiões fronteiriças de barco. 

 

Valeu a pena?

Claro que sim!

 

Ficámos em Langenargen  - mais sossegadinho - e fomos de barco passar um dos dias à ilha de Lindau.

Aqui ficam as fotos de Langenargen.

 

 

Em cima - ao entardecer - reparem, à direita, no SAPO branco, enorme, a olhar o Lago e os Alpes;

Em baixo - de manhã - passeio pedonal à volta do Lago - ou marginal.

 

Nota - Enganámo-nos no barco e fomos em sentido contrário. Resultado?

Deixaram-nos ir até à próxima cidade, e voltar, sem pagar.

Tivemos pequeno-almoço reforçado com bolos e ovos de chocolate.

Assistimos a uma missa com um concerto espectacular, com cálices de vinho no pátio da igreja e dormimos que nem uns anjinhos.

Deus é grande!... Mesmo para os prevaricadores. 

publicado por tresgues às 08:54
link do post | comentar
comentários:
De Alexandre Kulcinskaia a 16 de Abril de 2009 às 09:31
Muito bem.
Normalmente as coisas correm melhor quando não são combinadas e marcadas com muita antecedência.
__________________________
http://kulcinskaia.blogs.sapo.pt/
De tresgues a 16 de Abril de 2009 às 10:28
Costuma acontecer comigo, sim. :)
De LILI a 17 de Abril de 2009 às 00:31
Mas que belo passeio e que bonitas imagens!...Fizeste muito bem aceitar o convite ,não é só trabalhar e pensar nas coisas menos boas ,que por vezes surgem na nossa caminhada terrestre..
Que férias da Páscoa tão curtidas! Ah! mas não se esqueceram do OVO de CHOCOLATE e das AMêNDOAS!...
Cuidado com o Colosterol e com os diabretes.
Xau xau, Kisses.
De tresgues a 17 de Abril de 2009 às 08:31
Ssurpresa... Por aqui novamente?
Acabei de ler o teu mail à fifi e ri ainda mais do que da 1ª vez.
Estou a gostar de ver.
O "Colostrol" sempre foi alto - é assim de mim - os Diabretes acho que vão na 3ª ou 4ª geração. Já custam a chegar cá.
Mas tu sabes que, depois, eu compenso e vou ao sítio.
E ainda não fiz o chá da cebola... :)


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

.Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Em...2016...

. Boas-Festas

. Não!

. O meu pica do sete

. As escolhas de tresgues

. Cenas quotidianas

. Coisas da vida

. As escolhas de tresgues

. As escolhas de tresgues

. Fifi, o malabarista

. Educação diferente. Porqu...

. Bom dia

. As escolhas de tresgues

. Coisas da vida política

. Fifi, o calhandreiro

.links

.subscrever feeds