Quarta-feira, 30 de Setembro de 2009

"Vestido roto já entregue"

Já fiz todo o meu vestuário, numa altura em que era necessário e tinha um pouco mais de vagar. Neta de uma costureira que, diga-se de passagem, era uma pessoa com muito bom gosto e sempre actualizada - aprendi, mesmo sem querer, os princípios básicos da costura quando ía de férias para sua casa. Pois, para desgosto da avó, a neta não ligava muito "à coisa". Mas, mais tarde, até deram um certo jeito a quem gosta - geneticamente - de "farrapos".

Acontece que, neste momento, tendo menos tempo do que anteriormente, dou a fazer os pequenos arranjos a quem de direito. Na Alemanha são feitos por um "Bob Marley" do Togo, giríssimo, e que diz que só nós (eu e filha) é que regateamos preços. Mas ele acha graça e, quase sempre, ficamos pelo meio da questão: ele desce mais um pouco e nós... subimos outro tanto.

Aqui, tenho uma senhora igualmente simpatiquíssima - que me chama a sua "psicóloga". 

Vou a ambos os sítios com muito gosto, porque me sinto sempre muito à vontade. Tagarelamos de tudo e rimos com vontade. Com o costureiro do Togo ablamos e parlamos e até daria para dançar reggae ou kizomba, pois estas nunca se calam por ali.

Hoje, aqui, quando a senhora procurava em voz alta o meu nome nos seus apontamentos - para saber quanto teria de pagar - não pude deixar de lhe pedir a folha de papel para aqui publicar, pelo bem disposta que me deixaram logo pela manhã.

Para vós, então, com a devida licença da senhora em questão, aqui fica uma das listas dos trabalhos efectuados (sem os preços), com um aviso da senhora, "Dª tresgues, pode publicar se acha giro, mas diga lá que é só para mim e escrito à pressa.":

 

►Vestido roto já entregue

►1 bainha mais joelhos da Dª Adelaide    

►2 bainhas mais rematar ombros Dª Filomena

►pespontar rotos do Tiago

►1 bainha ganga São

►1 aperto saia à Berta

►coser rotos ganga s/ nome

►2 bainhas mãe Francisca

►virar colarinho à Celestina

►2 apertos à Dª Ana

►2 bainhas velhas Do. Céu

►apertar calças à Dª Ivone

►4 colarinhos Almeida Santos

►37 almofadas

►1 feicho mais cinco apertos à Bela

►subir punhos à Bela

 

(sexta 25/9)

 

E não me encontrou na lista porque, como diz, "Dª tresgues, consigo, esqueço-me sempre de apontar."  E pronto. Fiquem bem.

No céu e com apertos meus... Já entregues. Mesmo agora. 

 

publicado por tresgues às 08:30
link do post | comentar
comentários:
De rodrigando a 1 de Outubro de 2009 às 13:51
Um bloco de apontamentos simplesmente delicioso.
Tem sorte! Anda por aí muita gente à procura de quem lhe faça "bainhas e feichos" e não encontra.
De tresgues a 1 de Outubro de 2009 às 17:22
Por acaso até sei fazer bainhas e feichos... Mas uma pessoa não pode fazer tudo, né? E, depois, também é preciso dar a ganhar algum a quem quer trabalhar. E esta senhora é perfeitinha. Que disso percebo eu. Ou não fosse, eu, neta da avó. :)
E o senhor do Togo também é perfeitinho. Sabia que ele estudou três anos para ser costureiro? E é interessante que lá há mais costureiros (não confundir com alfaiates) do que costureiras...

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

.Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Em...2016...

. Boas-Festas

. Não!

. O meu pica do sete

. As escolhas de tresgues

. Cenas quotidianas

. Coisas da vida

. As escolhas de tresgues

. As escolhas de tresgues

. Fifi, o malabarista

. Educação diferente. Porqu...

. Bom dia

. As escolhas de tresgues

. Coisas da vida política

. Fifi, o calhandreiro

.links

.subscrever feeds