Quarta-feira, 11 de Novembro de 2009

Em dia de S. Martinho

Vai à adega e prova o vinho.

 

E alguém trouxe do Festival Nacional de Gastronomia de Santarém uma tábua para suporte de garrafas, com a seguinte inscrição:

 

Os dez mandamentos do vinho

1º- Amar o vinho acima de todas as coisas

2º- Jurar bebê-lo tanto no Inverno como no Verão

3º- Honrar o tinto e o branco

4º- Não matar o bicho com menos de três quartilhos

5º- Não misturar vinho com água

6º- Não roubar garrafa ou bota vazia ou rota

7º- Benzer as tascas e adegas

8º- Não mentir sem borracheira

9º- Só cobiçar garrafa alheia quando esteja cheia

10º- Escolher e beber sempre do melhor

                                                                                        (foto by me)

Como esta tábua é para oferecer a outro alguém que fez anos, mais não digo. Se mata o bicho com menos de três quartilhos, não sei.  Quem lá está em casa deve saber. Já não é da minha conta. Parabéns amigo LL.  

publicado por tresgues às 09:31
link do post | comentar
comentários:
De luis pinto silva a 11 de Novembro de 2009 às 18:19
Mandamentos afinal são ordens e ordens servem para serem cumpridas, caso contrário seriam "Pedimentos".
Os agradecimentos virão apenas à posterior, pois a oferenda ainda não está visível nem palpável, porém o LL já se sente importante porque pensam nele mesmo sem estar presente, mas tenham cuidado que ele pode ficar convencido e inchado e depois pode não haver quem possa com ele. Quanto ao motivo da lembrança, bem não sei se ele deve ficar eufórico se nostálgico. Por aqui o LL se fica porque o dia prepara-se para receber o entardecer.
De tresgues a 12 de Novembro de 2009 às 11:12
Eufórico e nostálgico. Porque não?
E a seguir ao entardecer...
Voluntariado, (solidariedade e trabalho comunitário) nas palavras da F) deram o mote.
Afinal, o "caseiro" é do melhor.
Não tira o sono dos justos.
Desconfio que a LL não acabou os trabalhos.
Mea culpa!
Pró ano, se puder, vou culpar-me de novo!

De rodrigando a 12 de Novembro de 2009 às 01:10
Ai que saudades do dia de S.Martinho em que, na adega dos meus sogros, se fazia uma farra.
Entremeada e chouriçosassados na brasa ,bola de carne à moda da Penajoia (feita pelo meu sogro), castanhas assadas e água pé caseira.
Podiamos comer e beber,comer e beber e repetir as vezes que quisessemos.
Era dia de juntar toda a família e até apareciam os que nem pelo Natal lá iam.´
Hoje ainda foram algumas castanhitas mas o resto, nem pensar.
De tresgues a 12 de Novembro de 2009 às 11:16
Hum... Até aqui cheirou bem.
E o S. Martinho é todos os anos.
Ou quando um homem quiser.
E assim que uma rodrigando puder!
De rodrigando a 12 de Novembro de 2009 às 13:10
Desforro-me,pois claro. Um abraço

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

.Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Em...2016...

. Boas-Festas

. Não!

. O meu pica do sete

. As escolhas de tresgues

. Cenas quotidianas

. Coisas da vida

. As escolhas de tresgues

. As escolhas de tresgues

. Fifi, o malabarista

. Educação diferente. Porqu...

. Bom dia

. As escolhas de tresgues

. Coisas da vida política

. Fifi, o calhandreiro

.links

.subscrever feeds