Segunda-feira, 2 de Fevereiro de 2015

Cenas quotidianas

Têm aqui faltado estas cenas, simplesmente porque a minha pessoa esteve em modo stand by desde que partiu o tornozelo em Outubro. Recomeçando agora - devagar, devagarinho - a ligar o botão do on, elas começam a aparecer. E em força.

Fui pela primeira vez ao centro, perto da minha casa, tomar a bica ao café de cima, porta pela qual entrei. Devagar, devagarinho. Todos me felicitam, perguntam pela ausência, descubro quem lhe tenha acontecido o mesmo, mostramos cicatrizes uns aos outros... Enfim, uma animação.

E recomeçar o quotidiano, mesmo que devagar, devagarinho, já é uma animação.

Desço devagar, devagarinho (mas com dignidade;) e dirijo-me a uma loja onde tinha umas coisas, há meses, para ir buscar. Falamos uns minutos (a senhora é minha conhecida há anos),  e tal... E saio. 

E agora a cena:

Lá ao pé da senhora há um café onde também costumava ir, quando entrava pela porta de baixo. E pronto. E lá vou eu.

- Olá bom dia, um cafezinho, faz favor.

Como o senhor é assim, meio estranho (já sabem que agora aprendi com uma criança, que quando não tenho a dizer coisas boas de uma pessoa, chamo-lhe "estranha"), não me faz festa nenhuma de me ver, demora muito a tirar o café, o que me daria tempo de pensar "na coisa"... Mas nada. Passado uns bons minutos, olha para mim e começa, então, a tirar o café.

É nessa altura, e só nessa altura, que eu penso:

- Mas... Eu não tomei já hoje o café? Não tomei?... Tomei! No café de cima!!!

Mas já era tarde para pedir ao senhor que parasse. Ainda por cima sendo ele uma pessoa, assim, "estranha". E pronto.

Dois cafés de seguida, nem sabe o bem que lhe fazia. Um em cima, outro em baixo.

E enfim.

Sim, é verdade que tenho sempre a tensão baixinha, mas... não abusemos.

 

PS1: Já perguntei ao cirurgião sobre o que tenho ouvido das anestesias (e eu que estive tanto tempo a dormir) e a sua relação com o esquecimento. E ele: - Sim, sim, é da anestesia, é. Tenho aqui uns estudantes universitários que após a operação ao tornozelo chumbaram o ano. É da anestesia, é! É, é! 

PS2: Gosto do meu cirurgião. Gosto de gente assim. Nada piegas. Dá mais ânimo à (minha) pessoa. 

publicado por tresgues às 11:34
link do post | comentar

.mais sobre mim

.pesquisar

.Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
31

.posts recentes

. Em...2016...

. Boas-Festas

. Não!

. O meu pica do sete

. As escolhas de tresgues

. Cenas quotidianas

. Coisas da vida

. As escolhas de tresgues

. As escolhas de tresgues

. Fifi, o malabarista

. Educação diferente. Porqu...

. Bom dia

. As escolhas de tresgues

. Coisas da vida política

. Fifi, o calhandreiro

.arquivos

.links

.subscrever feeds