Terça-feira, 22 de Março de 2011

Artur Agostinho

Ainda ontem falei que ele era um dos meus ídolos.

Pela pessoa que era, pelo que fez, pelo que disse e pelo que não disse.

Pelo que disse que não se dizia. Porque pertence a cada um. Porque é demasiado íntimo. Porque magoa demais.

O sofrimento pelo qual, afinal, todos passamos um dia.

Hoje conduzi com lágrimas nos olhos.

Hoje aconteceu assim.

publicado por tresgues às 16:00
link do post | comentar | ver comentários (4)

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

.Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Artur Agostinho

.links

.subscrever feeds