Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2009

Novos actores no São Luiz

Onze projectos foram seleccionados - entre trinta e oito candidaturas - na terceira edição de Novos Actores.

Nos próximos dias 23 e 24 de Janeiro - às 22h -  poderá ainda ver alguns no Jardim de Inverno do Teatro São Luiz. 

 

A entrada é livre e M/6.

 

Bons motivos para ficar a conhecer estes jovens talentos.

Boas razões para os apoiar. 
Óptimas razões para se esquecer das "agruras da  vida"... E de se lembrar das "agruras do teatro".

Apoiando-o, também.

 

Porque não posso ir a todos, o meu eleito é:

POLTRONA: MONÓLOGO PARA UMA MULHER
DE CLÁUDIA LUCAS CHÉU
Interpretação: Maria Ladeira, Solange Freitas
Concepção: Cláudia Lucas Chéu

(Cultura online)

PS: E não é porque conheço um dos actores. Não...

(Não? Sim? Não. Eu não sei mentir...)

Mas que eu gosto de teatro... Gosto.

E que vou sempre que posso... Vou.

 

publicado por tresgues às 09:32
link do post | comentar | ver comentários (4)
Terça-feira, 26 de Agosto de 2008

Teatro. Uma história em dois Actos. (Parte II)

PARTE II (Segundo Acto)

 

Mas ela sabia que  "querer é poder".

Assim, juntamente com uma colega nas mesmas condições, meteram mãos à obra e criaram juntas um projecto com o qual concorreram ao "Jovens, Artistas, Jovens", que pretende parcerias com outros projectos europeus, de modo a permitir a apresentação destes trabalhos e a discussão de questões, a nível internacional.

Afinal... há sempre "uma luz ao fundo do túnel".

Para quem a procura.

 

Foram um dos três projectos vencedores.

 

E lá vou eu ao Algarve, à estreia de "Lá e Cá", baseado no livro de António Lobo Antunes, "Boa tarde às coisas aqui em baixo". 

A partir daqui já houve mais, mas eu  não pude, infelizmente, estar presente.

 

Quando, em Abril passado, estreou o "Em brasa" no S. Luiz, eu tive de voltar à Alemanha.

Escrevi um mail a desejar "muita m××××" e recebi da mãe, a seguinte resposta:

 

Subject: Corujice de mamãe
Date: Sun, 20 Apr 2008 18:53:28 +0100

Sai uma mãe da escola a correr...
entra na cabeleireira a correr...
a correr sai...
e para casa vai...
banho corrido...
lá fora não pára de chover... ainda tenho que pesquizar se São Pedro tem alguma coisa contra São Luiz
come uma sopa a correr...
sai, São Luiz me espera
e que espera!!!
De tanta chuva o trânsito enlouqueceu
8:45h ainda, no Marquês...
8:45h na Rua do Ouro...
barafusta: - o que anda esta gente toda na rua, com esta chuva, a fazer?...
queria uma avenida só para ela da Av. de Roma ao São Luiz
Chega finalmente...em cima da hora...
A mise desfez-se mas, as flores sorriam agredecidas pela  água, desgrenhada mas, inchada de orgulho,  entra de chapéu na mão e tudo e, ajeita-se na cadeira, a tempestade lá fora já não importa...
Mãe coruja é assim mesmo, chega atrasada mas, chega
Correu tudo muito bem, gostei
Obrigada
Bjs

 

Respondi-lhe de volta:

Vou guardar, para o caso de querermos publicar um livro conjunto "Vale a pena ser mãe de artista/ou cientista." :))))

 

Deixo-vos dois links aqui e aqui que falam um pouco da história que me deu um prazer imenso partilhar convosco.

 

E é tudo.

Resta dizer-vos que faço minhas as palavras escritas nos links acima disponíveis.

E dar os meus mais sinceros PARABÉNS À SOLANGE FREITAS. Fixem o nome...

E... à "mamãe coruja".

UM BEIJO PARA AS DUAS!

 

publicado por tresgues às 09:59
link do post | comentar
Segunda-feira, 25 de Agosto de 2008

Teatro: Uma história em dois Actos. (Parte I )

Uma história.

Contada em duas partes/dois actos. Porque escrevo muito...

O título? Pode ser: As filhas são  geniais como as mães.

É que, neste caso, confirmo a veracidade da afirmação - inventada mesmo agora por mim - porque nem sempre assim será...

Mas é de uma filha que vou falar. Da mãe também, como não podia deixar de ser...

Vamos lá, então.

............................................. ♦ ..............................................

 

Parte I (Primeiro Acto)

 

Quando alguém faz os possíveis e os impossíveis para concretizar os seus sonhos, deve valer como referência de vida para todos. Como exemplo.

Não que, este facto, devesse ser um caso isolado ou uma excepção.

Deveria, isso sim, constituir uma regra de vida, tão banal, que não necessitaria, sequer, de ser mencionado.

Mas, nos tempos que correm, são cada vez menos comuns.

Assim, falar destes casos de excepção, porque os há, é sempre um privilégio. Um dever.

Não só pelo exemplo de força, coragem e perseverança mas, também, pelo incentivo que, casos como este, nos possam transmitir .    

 

Pois bem. Contra tudo e contra todos, esta menina lutou para ser actriz de Teatro.

Um sonho de sempre.

Uma profissão que não será, de todo, o sonho de qualquer mãe (ou pai)  para uma filha/o. Porque todos sabemos com que dificuldades os artistas se defrontam no nosso país. Artistas do teatro e não só.

Mas esta mãe SÓ queria que a filha seguisse o caminho que a fizesse mais feliz.

O Teatro. Precisamente.

 

A filha tentou uma, duas, três vezes. Não é fácil entrar para o conservatório.

Mas ela queria. Não baixou os braços. Não parou de tentar. Sempre, até que conseguiu.

Paralelamente, enquanto isso, quase acabou um curso onde se empenhou, estudou e aprendeu. Cresceu.

Quando, finalmente, entra no curso sonhado, e com a humildade que caracteriza todos os vencedores, disse: "Já me deviam conhecer dos outros anos... Devem ter tido pena de mim..." 

Mas a felicidade já lá estava.

Com a mãe também, claro.

 

Acabou o curso de Teatro.

Diz que há-de acabar o primeiro curso que começou - e que só deixou quando entrou para o Teatro - porque já lhe falta muito pouco para o concluir.

 

Acabada de sair do conservatório era urgente trabalhar.

Quem ama o que faz quer fazê-lo e mostrá-lo aos outros.

 

Foi difícil. É difícil.

Os apoios são escassos.

Mais do que outras vontades, talvez não hajam vontades governamentais suficientes.

Mas há artistas. Eles estão lá. Há gente com muito valor. Profissionais, acima de tudo.

Mas, por vezes, não chegaÉ muito pouco.

 

Assim, vários projectos não foram avante. Com toda a carga psicológica negativa que isso possa trazer a quem está desejoso de começar a trabalhar e, por outro lado, não menos importante, de poder começar a sustentar-se sozinha.

 

FIM DA PRIMEIRA PARTE.

CONTINUA... E... ACABA JÁ AMANHÃ.

 

PS: Não percam o próximo episódio... porque...vai acabar bem. Só podia!!! :)

 

publicado por tresgues às 08:22
link do post | comentar
Quinta-feira, 14 de Agosto de 2008

"Grupo Gente Gira"

 

Foi a este nome que fui ter ontem, através da net, quando alguém veio ter aqui procurando por "tres gues".

 

Três guês (GGG) - sem acentos e com as letras todas juntas, para ser mais fácil de escrever - foi o URL que escolhi para este blog: tresgues.blogs.sapo.pt/.

 

Um G do meu nome, propriamente dito;

Um G de Guigui, propriamente dito: para a afilhada e alguns amigos mais chegados;

Um G de Generala, que não sei se é propriamente dito: para as LADIES (Liga das Amigas Dótoras e Inginheiras Especialistas em Saídas).

Porque este blog foi criado a pensar neles todos.

Ainda estive indecisa se haveria, ou não, de dar o mesmo nome ao blog.

É que, para além disso, a três guês, agora, está muita vez num G (Germany)!

 

Continuando...

Então não é que fui dar a um grupo de "gente gira", com o nome de três guês (GGG) ?

 

É um grupo de teatro/revista, que surgiu no município do Cadaval em 1994, mas só foi formado em 2000 e cujos padrinhos de baptismo são Maria João Abreu e José Raposo. 

É encenado por João de Carvalho, filho do Ruy de Carvalho. 

Todos os anos, pelo carnaval, eles lá estão para animar a festa... como bons três guês que se prezam e... como não podia deixar de ser!!!

 

É o Grupo Gente Gira - de teatro... só podia... como tinha mesmo de ser!!!

 

PS1: Ainda não perdi a esperança de fazer teatro...

         Mas que já faço parte do nome de um... 

 

 

PS2: LADIES, o carnaval do ano que vem (se pudermos) pode ser no Cadaval!?

          Espero que, em reunião geral, todas assinem a acta...

 

 

 

publicado por tresgues às 12:09
link do post | comentar | ver comentários (4)

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 34 seguidores

.pesquisar

.Dezembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Novos actores no São Luiz

. Teatro. Uma história em d...

. Teatro: Uma história em d...

. "Grupo Gente Gira"

.links

.subscrever feeds